Notícias

Uma nova política para um compromisso cada vez maior

13 ago 2018

A Ternium publica uma nova política ambiental que introduz com maior ênfase a economia de energia, um vetor importante de excelência industrial, competitividade e sustentabilidade.

A Ternium aprovou uma atualização de sua política ambiental para acompanhar a crescente necessidade de proteger o entorno e minimizar os impactos de suas atividades.

“Este documento resume nosso compromisso com o Meio Ambiente, um aspecto fundamental da licença para operar que renovamos todos os dias com nossa comunidade. Mantê-lo em tudo o que fazemos é fundamental para o nosso futuro, nossa competitividade e sustentabilidade industrial”, disse Máximo Vedoya, CEO da Ternium.

A Política Ambiental, que define o cuidado com o Meio Ambiente como um “valor fundamental” da empresa, é um documento através do qual a organização declara suas intenções e princípios em relação ao seu desempenho ambiental global. Sua última atualização é de 2014.

“Temos que nos diferenciar cada vez mais em termos de cuidado com o Meio Ambiente, e integrar a gestão de Energia ao Meio Ambiente nesta nova política é um bom passo nessa direção”, afirma Pablo Bassi, diretor de Engenharia, Meio Ambiente, Segurança e Coordenação Industrial de Ternium.

Como toda a indústria siderúrgica, a Ternium é uma empresa intensiva no uso de energia e, portanto, grande parte do custo de fabricação de seus produtos é explicado pelo consumo energético (carvão, gás natural, energia elétrica, etc.). Estes consumos emitem CO2, direta ou indiretamente. O CO2 é responsável pela mudança climática que levou a um notório aquecimento global nas últimas décadas.

“É nossa obrigação, mas também nossa responsabilidade ética com as próximas gerações reduzir nosso impacto ambiental através de uma gestão eficaz e eficiente de nossos negócios”, disse José Fonrouge, Diretor de Meio Ambiente.

Os próximos passos

Com a ênfase que a nova política coloca na questão energética, a Ternium avançará na implementação e certificação da norma ISO 50.001, que estabelece padrões de qualidade para o gerenciamento de energia. A planta da Ternium no Rio de Janeiro foi a primeira a obter a certificação e hoje marca o caminho para o resto do sistema industrial da empresa. Fonrouge explica que o trabalho já está em andamento para avançar com as certificações no Centro Industrial Ternium de Pesquería e na Usina Siderúrgica Savio, na Argentina.

“Embora já tenhamos incluído o aspecto ambiental do consumo de energia em nossa gestão, a ISO 50.001 trata a questão com maior especificidade e nos ajuda a padronizar e integrar o gerenciamento com uma abordagem sistemática que considera os contextos locais, o ciclo de vida e as partes interessadas”, acrescenta Fonrouge.

“A implementação da ISO 50.001 será um trabalho em equipe que exigirá a participação ativa de todos os setores: operação, manutenção, meio ambiente, eficiência energética, entre outros. Esta ferramenta de gestão sistêmica para o consumo de energia nos permitirá ajudar a economizar consumo, reduzir custos e reduzir as emissões “, conclui Hernan Buralli, Chefe de Eficiência Energética.

A nova Política já está disponível na intranet, enquanto será realizada uma campanha para substituir os quadros físicos de acordo com os planos locais.

Clique aqui para ler a política